dezembro 31, 2010

Desejos de (fim e) início de ano

fotografia: arquivo pessoal
Este ano não fiz a minha lista de desejos para o novo ano, como habitualmente faço. Não tive tempo. Este ano a lista ficou apenas na minha cabeça, pois estamos de férias, os 3, a aproveitar a minha última semana de licença. Ando a agonizar, a contar os dias e as horas para o fim dos momentos a 24h com o meu príncipe. Andámos a fazer tudo o que faltou nestes dias: visitar pessoas, mostrar o Manel, passear...só mesmo o tempo não ajudou para andarmos mais na rua. Por isso, os desejos para o novo ano são de apenas termos muita saúde, amor e um bocadinho de dinheiro que, faz falta para comprar umas coisinhas, por isso não estando eu muito exigente, se for como este que está a terminar, optimo pois 2010 foi o melhor ano da minha vida. Foi o ano do meu grande e incondicional amor. Foi o ano em que me tornei mãe e aprendi que depois de ter um filho, o coração passa a viver fora do peito, as rotinas e horários são de acordo com os do bebé, a apreciar cada momento, cada descoberta, cada movimento e cada sorriso. Aprendi que, há pessoas que passam a ser mais importantes que nós próprios e que o amor sem limites não tem fim, é uma exponencial. Aprendi o verdadeiro sentido da palavra M-Ã-E e a verdadeira responsabilidade que a mesma traz consigo. Aprendi que, podia viver só de risinhos, pézinhos na boca, gargalhadas sensacionais, chorinhos de sono, cheirinho doce de bebé, mãozinhas que são um mundo e da casa de pantanas, com brinquedos espalhados por todo o lado. Mas, tenho de regressar a outra realidade: a do mundo do trabalho. Vou regressar mas vou muito, mas muito mais rica, pois tenho o maior tesouro que esta vida, este mundo e o ano 2010 me podiam dar.

A todos um bom ano 2011:
Sejam felizes, tolerantes, vivam todos os dias tornando-os sempre especiais e acreditem que, para sermos felizes basta ter saúde e amor.
Acreditem que conseguem mais, acreditem em vocês e na pessoa que são. Acreditem que a vida pode ser feita de gestos simples e palavras doces.
Sejam espontâneos e acima de tudo não tenham medo de amar, de dizer que amam e mostrarem-no, sempre. Não tenham medo de mostrar os sentimentos, por vezes um pequeno gesto de carinho pode mudar a vida para bem melhor. Pensem nisto.

E...
Feliz 2011!

5 comentários:

Petra Pink disse...

Feliz 2011 tanita! um beijo gigante e que todos os teus desejos se realizem!

Fashionista disse...

Feliz 2011! Tudo de bom para ti e para os teus!
Fartei-me de rir com o teu comentário no meu blog! Bolas.. tenho de descobrir onde ela compra os vestidos e "enriquecer" a minha colecção!

Just a Lady disse...

Bom ano 2011 :) tudo de bom para ti*
Beijinhos

Anónimo disse...

É isso mesmo amiga! saúde e amor e alguma loucura. Muitos beijinhos e um excelente 2011...

Cuca disse...

É verdade. Eu sinto o mesmo que tu. Também fui mãe pela primeira vez em 2010 e o amor que sinto pelo meu filho é inexplicável. Ele é tão fofinho, tão lindo... e os horários e toda a logística da nossa vida se altera. Engraçado que tanto eu como o meu marido nunca fomos pontuais mas depois de o David nascer chegamos a horas a todo o lado! Feliz 2011 para os três. bjs.