outubro 31, 2014

Bom fim-de-semana

 

Ahhhh com esta me despeço de mais uma semana lonnngaaaaaaaaaaaa e cansativa.

Bom fim-de-semana **

Bom dia Alegria!

[ap- papas de aveia- A-DO-RO]

outubro 30, 2014

Today@lunch


Adoro ovos, de todas as maneiras e feitios. E livros, que alimentam a mente.

outubro 29, 2014

A surpresa

[Manel- 28-Out-2014]
Antes da birra, houve uma surpresa.
Há imenso tempo que andava a pedir mas, na realidade nunca vi muita falta, uma vez que andamos sempre de carro, entramos na garagem, vamos a sítios com garagem, casa de avós com garagem e quando chove abrigava-se nos nossos.
Ontem não resisti, vi-o numa montra e pensei que iria ficar imensamente feliz. E não me enganei. As galochas também já as tem, agora venha a chuva NOT.

A expressão, o gritinho de alegria valeu por tudo!

A origem




A origem da birra de ontem foi o jantar.
Quinoa com legumes e batata doce assada. Se gosta e come os legumes todos que pus, se come massinhas com legumes, cuscus com legumes, porque não quinoa? Podia até não gostar do sabor, mas caramba tinha de experimentar.
Em vez disso, o prato foi atirado para a frente, sorte foi ter a fruteira em cima da mesa, senão tinha de chamar o cão da vizinha para limpar o chão.

De minha parte aprovadíssimo, parece uma misturada mas ficou delicioso e é uma alternativa à carne.
A quinoa substituí a proteína, que já tanto me custa comer, no caso de ser carne.

Assim, foi para a cama sem nada no bucho e dormiu desde as 20.45h até às 7h.
Acordou bem disposto mas apenas bebeu leite em casa, de manhã quando acorda é como eu, não consegue comer. Levou um pãozinho com queijo para a escola e espero que a fome lhe tenha atacado.

Para  a próxima, espero que prove nem que seja um bago. Depois sim, posso fazer-lhe uns douradinhos no forno ou coisa semelhante para desenrascar, mas isso quem decide sou eu.


 

outubro 28, 2014

O lado menos bom de ser mãe

Hoje não houve história, nem mimos de boa noite.
Hoje houve uma quase birra porque não gostou do jantar. Só de o ver disse que não queria, não provou nem um bocadinho, o prato foi empurrado para o lado e o beiço caiu. Bom ou não, entendi que devia ter provado, que só assim poderia dizer que não gostava.
Foi para a cama sem comer. Estou aqui de coração partido, mas não pode comer apenas pão e leite.
Porque ainda quem decide aqui em casa sou eu, hoje foi assim.
O lado menos bom de ser mãe é isto. Certa ou não foi o que fiz. Se estou satisfeita? não. Se me apetecia ir dar-lhe uma caneca de leite? sim. Mas não, vai dormir assim e amanhã de manhã comerá melhor.

outubro 24, 2014

Hoje não vou à escola

Ontem ouvi o Eduardo Sá. Gosto imenso do que diz, do que escreve. E quais pais não gostam? penso que todos os que o conhecem.

Hoje não vou à escola. O seu novo livro. Com base na educação e nos excessos dela. Meninos pequeninos não têm de saber muito e tudo de uma vez. Não precisam ser génios na primária, nem em adultos. Há excesso de informação e regras na escola. Faz falta brincar, tempo livre e usar a imaginação.

Concordo, concordo, concordo. Sou daquelas mães que acham que os filhos não devem trazer trabalhos de casa, à excepção de algumas coisas nas férias, para não esquecer tudo.
Acho que tal como nós, as crianças não devem levar o "trabalho" delas para casa. Chega o dia inteiro na escola.
Faz parte de educar, estimular, brincar e ir ensinando e praticando o que eles aprendem de forma divertida e com exemplos do dia-a-dia.
É muito mais fácil ligar a tv, o computador ou o tablet e deixá-los ficar entregues a si mesmos, mas eu prefiro perder tempo e fazer um desenho, ver um programa sentada ao lado dele, ler uma história ou brincar com os carrinhos.
Obrigo-me a que todos os dias da semana onde é mais dificil e o tempo é escasso, tenha pelo menos 15-20minutos para me sentar no chão, com os dois, mais que não seja para ench-los de beijos e esborrachá-los com abraços. Sou uma melga, uma chata e sou tipo pega monstro, mas faço-o sempre todos-os-dias mesmo que o jantar já esteja ao lume, ou a água da banheira a arrefecer.

Numa Sexta-feira destas, a educadora do meu filho (por quem não morro de amores, mas isto é outra história) estava a contar-me que já sabiam escrever os números até ao 3. Mas, que o Manel, ai o Manel não tem geometria. WTF?!? por isso tem de treinar com ele. No fim-de-semana, ajude-o a fazer os números, sim porque o Manel, ai o Manel, só quer brincar. Sempre que fazemos coisas na mesa é o último a vir, enquanto os outros fazem fila para serem os primeiros WTF??!!

Pois S. os nossos fins-de-semana felizmente são muito preenchidos, fazemos sempre mil e uma coisas diferentes e tempo para lhe ensinar os números e desenhá-los não me parece que vá ter porque não quero, e esteja desansada que ele não fica os dois dias fechado em casa a ver bonecos na tv!

Mas o que na realidade me apetecia dizer era: Pois S. esteja descansada que o Manel vai para direito e nas artes gosta do abstracto!

Mas a gaja está parva?? o miúdo tem 4 anos. 4. Tem tempo de sobra para aprender a desenhar os números e a fazê-los com geometria.
Eu fui para a primária e nem um 1 sabia fazer e hoje em dia não sou mais burra que os meninos que ao contrário de mim sabiam. Brinquei na rua, fiz bolos com as amigas, andei a correr até à noite com os miúdos do bairro e fui imensamente feliz e nem por isso menos inteligente.

outubro 21, 2014

9

9Já completaste 9 meses, meu amor. 9 no dia 19 Outubro.
Nunca pensei que o meu amor por ti fosse tão imenso e tal como o que tenho pelo teu irmão. Até te ter nos meus braços tive aquelas dúvidas estúpidas (estarei a ficar estúpida ou a usar imenso esta palavra?) sobre o multiplicar ou dividir. Mas a verdade e que todas as mães de mais de um sabem, é que o coração e o amor se multiplica e muito! Aqui nesta área o saldo é sempre positivo!

9 meses de doçura. 9 meses da minha menina e de como eu adoro vesti-la de manhã. É a minha nenuca, com imenso cabelo onde a mamã insiste em pôr-te um gancho, sempre e claro a condizer com a roupa. 9 meses da coisa mais fofinha e doce, de olhar terno e vibrante. 9 meses de uma personalidade forte e destemida. 9 meses que me preparam para o que vem aí. És "gaja" e isso nota-se, és teimosa e sabes o que queres. Dizes Cão bem alto quando vês um, Cocó quando dizemos que cheiras mal e Papa (eu digo que é papa, o pai diz que é papá) sempre que vês comida.

És o meu segundo maior amor da minha Vida, mas em nada te coloco em segundo lugar. Tu e o mano, sempre em primeiro, lado a lado.
E como é bom ver-vos juntos a brincar. Os teus risinhos e gritos para o chamares e a atenção e ocuidado que ele tem por ti?
Ai se a Vida fosse mais fácil tinha uma resma de putos

São 9. Já. Tantos. 9,9,9...
[ap- Luisinha - Outubro 2014]

outubro 17, 2014

E há dias em que me sinto egoísta, parva ou ingrata

Depois de respirar fundo, de acordar e o dia de hoje ter corrido bem. Depois de não haver choro, birras ou atrasos. Depois de olhar em volta com olhos de ver e perceber que os meus problemas, são tão pequenos e insignificantes que até dói só de pensar que me lamentei.
Às pessoas que me deram palavras de carinho agradeço do fundo do coração e digo que os vossos conselhos serão levados a sério.
Às pessoas que têm problemas bem mais graves e sérios, desculpem o meu egoísmo...
Bolas, tenho saúde e os meus filhos também, tenho um emprego e temo-nos uns aos outros. Que posso eu lamentar?? ganha juízo Tânia
... às vezes sinto-me egoísta, parva e/ou ingrata!

outubro 16, 2014

Há dias assim e outros assim-assim

Hoje a coisa não está fácil. Aqui uma loucura logo pela manhã. Estou louca e cansada, estes dias não têm sido nada fáceis, estar sozinha com duas crianças e uma que ainda não anda tem sido esgotante um bem-haja às mães solteiras e sem ajudas.
Faço-me de forte e tento fazer o melhor que sei e posso. Tenho conseguido fazer tudo, como quero, como planeio para cada dia, sem fugir nada ao meu controlo.
 
Pela primeria vez desde qu tive a Luisinha estou mesmo a ir abaixo, admito (tirando a panca no primeiro e segundo mês dela nascer, aí eram hormonas, agora é stress acumulado).
Hoje só me apetece chorar de exausta. Correu tudo mal de manhã. Atrasámo-nos, zanguei-me com o Manel, a Luísa fez cocó quando íamos a sair e tive de voltar para trás, carregada com 3 lancheiras, um pacote de fraldas, a minha mala, ela e o mano.
Ia atropelando uma maluca na passadeira, que como muitas pessoas atravessou sem olhar e a correr. O carro deslizou que nem manteiga, travei a fundo e andei aos esses, bati num passeio com toda a força, sorte que não ia mais ninguém a passar, não vinham carros de frente, nem atrás, nem estava nenhum carro estacionado... O carro deitou aquele cheiro da embraiagem e bati com força no passeio.
A maluca voltou para trás e pediu desculpas mas, estava atrasada. 
- Ah foi só a jante, disse ela
- Minha senhora, a jante agora não tem importância nenhuma, já viu que apareceu a correr? e se eu lhe tivesse atropelado? se viesse um carro de frente??
- tem razão, tem razão, desculpe, mil desculpas...
E voltou costas, desatou a correr rua abaixo em cima de uns saltos de 10cm!
Só me apetece chorar e desaparecer. Estou triste. Sinto-me infeliz. Sei que é pecado dizer isto com dois filhos saudáveis e lindos que tenho, mas hoje sinto falta de tanto...
Falta de estar com pessoas que gosto. Falta do mimo e do carinho
 
Preciso de ajuda de um médico, psicologo, de uma alternativa, de ir correr e ir com os meus pensamentos, de ter tempo só para mim.
 
Acreditam que até despejar o lixo tem de ser planeado? não o consigo fazer com duas crianças em casa, não as vou deixar sozinhas, nem as consigo levar às duas, mais o lixo e um chapéu de chuva.
 
 
Estou cada vez mais obcecada com as limpezas, não é normal, não é de uma pessoa normal. Admito que preciso de ajuda, a sério. Limpeza sim, mas estou no extremo e não basta dizer ou ouvir que tenho de parar, não consigo.
Há uns que consomem drogas, outros bebem alcool e eu limpo a casa. Podia ser pior, certo? mas limpo de manhã e arrumo, na hora de almoço e quando chego a casa e quando me deito e quando me levanto para ir fazer xixi, arrumo sempre mais uma coisa ou preparo outra e para mim nunca nada está arrumado ou limpo.
Perguntam vocês, mas tens assim tanto para arrumar e limpar? a casa é um palácio ou vivem lá 15 pessoas?? Não, não, não!
Mas para mim há. Há sempre. É o mesmo que dizerem a uma anorética que está magra.
 
Não consigo parar, por isso já não vou almoçar a casa, porque gasto a hora de almoço a aspirar e lavar o chão!!! Agora trago marmita e fico sossegada. Quando não chove, vou andar a pé.
 
 
Hoje o dia não está fácil. Deve ser da falta de sol.
 
 
Estou derreada. Já liguei para a escola para saber do Manel, estou de consciência pesada, sem paciência e exausta.
Ele está bem, eu não. Ele esquceu? espero que sim.
 
Já disse que estou exausta??
Bolas, não sei como com isto tudo, como não estou um pau de virar tripas, ao menos que me desse para perder uns quilinhos. Nem para isso sou boa!! ahhhhhhhhhhhhhhhhh​

outubro 14, 2014

A minha fofi

[Luisnha-Outubro 2014]
Aos quase 9 meses:
- É a menina botões, nada lhe faz frente para mexer na tv, na box, na aparelhagem...
- Já não pára quieta nem um bocadinho, corre a casa toda e mexe onde não deve
- Cerra os punhos e grita sempre que lhe contrariamos
- Na escolinha puxa cabelos e rouba chucha aos amigos
- Dá palmadas e puxa cabelos ao mano sempre que quer alguma coisa e ele não lhe dá
- Já se tenta pôr de pé
- Dorme no ninho porque detesta ter qualquer coisa em cima dela mas, não gosta nada, nada e reclama de manhã
- Quer provar tudo o que estamos a comer, grita para chamar a atenção (é mesmo histérica)
- Diz duas palavras: CÃO (aprendeu já há algumas semanas) e COCÓ (imaginem só, perguntamos se tem e ela responde ahhh)

outubro 10, 2014

Mãe e euromilhões - parte #2

Vou jogar no euromilhões. Pela terceira vez seguida. Ando cheia de fé, é isso.
Se não receber um prémio assim tão grande como cento e não sei quantos milhões que me permitiria trabalhar para o bronze o resto da Vida, queria receber a que me permitisse mudar de vida. Radicalmente. Assim, agarrar nos putos e mudar de cidade, de profissão. Por isso, estas férias sonhei que comprava este hotel encerrado e transformava-o num cheio de charme, com a mesma traça mas cheio de pormenores modernos por dentro, ali onde tudo parece mais calmo e as horas passam mais devagar, mesmo no Verão.


Um dia ganho coragem e ligo, pode ser que até não seja assim tão caro. Quem sabe?

Enquanto isso, vou ali continuar a sonhar ok?


outubro 09, 2014

Imagem do blogue

Queria ser uma daquelas blogger ou não que têm imensos seguidores e recebem coisas de borla mal escrevem duas linhas. Neste momento queria que me ofrecessem uma imagem linda para o visual do meu blogue porque, nabiçe ou sei lá o quê, desapareci com o meu  modelo anteriror. Podia não ser o mais bonito, mas este está péssimo buááááááááá só me apetece chorar.
Pronto tenho dito. E agora quando tiver mais tempo vou tentar arranjar isto, porque eu não sou uma dessas blogger e a mim ninguém dá nada buááááááá e tenho tanto mais que me preocupar, foi apenas um desabafo e forma de procrastinar mais um bocadinho aqui no trabalho.

Actualização do estado da pipoca

Devido ao ib-u-ron a febre cedeu e ela dormiu bem. De manhã estava sem febre e assim continua. Continuamos a intercalar o ben-u-ron e o ib-u-ron e esperamos que a coisa se resolva.
Ufa

outubro 08, 2014

Mãe e euromilhões

Começar o dia e pessar que não me saiu o euromilhões é sinal que tenho a minha pipoca doente e dava tudo para poder ter ficado com ela em casa. Ficou o pai. Chamado de urgência porque srª febre instalou-se na miúda e não baixava ontem por nada dos 39ºC.
Fofinha prostrada mas sem dar um ai. De pano molhado na cabeça e a gemer baixinho e coração de mãe mais pequeno que formiga.

Não sou daquelas que ficam stressadas e vão logo a correr para as urgências do hospital. Tento não panicar e fazer o que acho normal em primeira instância: compressas frias na cabeça e virilhas, ben-u-ron 8/8h e miminho, muito. Mas hoje falo com pediatra e logo me diz que fazer, porque a febre só cede quando srº supositório entra em acção.

Era por isto que gostava de poder ser mãe a tempo inteiro, por isto e muitas mais razões mas, não posso e sendo assim tenho de voltar a gastar 2 euros para ver se o meu desejo se realiza.
[ap- 07-Oct-2014 -Luisinha Pacientemente à espera que acabássemos de jantar à pressa eu]

outubro 03, 2014

Diário de uma mãe (quase) solteira

Por estes dias sinto-me como mãe solteira e a tarefa não é fácil. Faz-se bem, como desenrascada que sou (fia-te) mas às tantas e sem me aperceber estou de rastos e a fazer coisas disparatadas todos-os-dias!

A manhã correu bem. Despachamo-nos bem à semelhança do dia de ontem.
Com excepção: passei uma noite de cão, vomitei imensas vezes e senti o estômago e barriga às voltas. Virosito que os meus filhos devem ter transportado da escola.
Felizmente e até agora, eles estão bem.
Nunca me passou nada destas coisas, sempre que o Manel ficava doente. A família toda ficava infectada e eu sempre saí ilesa (isto deve-se ao facto de ser rium, dizem alguns)
Ontem apanhou-me a mim (será que me tornei menos ruim?). Hoje estou com cara de cu e enjoada como um raio (sem estar grávida).

[Acordo. Corro para a casa-de-banho, vomito ahhhhh miúda acorda bem disposta, tomo banho em 5m. Levo miúda para cozinha, sento-a na cadeira de comer. Vomito ( e faço outra coisa que nem sei que faça primeiro) ahhhh Preparo uma lancheira, preparo duas lancheira. trituro fruta para a miúda. Abro armário. Vou casa-de-banho oiço estrondo. Corro para a cozinha e tenho um frasco de vidro partido em cacos e uma garrafa de refrigerante a mijar por um furinho e a sujar tudo. Olho para o relógio: 7.28h. Ligo aspirador ( a miúda já gatinha e não posso correr riscos não esquecer de aspirar de novo à tarde). Vizinhos devem pensar que sou maluca. Visto uma. Acorda outro. Visto-o enquanto ponho creme na cara da mana. Pequeno-almoço. Corro a fazer camas e a trazer tudo o que faz falta para o dia pelo caminho. Manel despacha-te. Agarra na lancheira. Gancho? ah ganchinho na miúda que agora acho um piadão. Que tem ela vestido? um verde, tem de ser verde. Gancho na tola. Mãe carregada que nem burro e ahhhh fica aqui com a mana, mãe tem de ir à casinha. Tira tudo, põe miúda no chão e volta a carregar a carga. Ufa, estamos no elevador, finalmente. 8.13h. Manel, e a cara e os dentes?? não tenho tempo voltar atrás. Limpas a cara com toalhitas...]



ps- ahhhhhhhhh que é que aconteceu ao meu blogue? e à minha fotografia da página?? Boa. Mas agora não tenho disposição para pensar nisto. Tenho de ir ali. À casinha ahhhhhhhhhhh

outubro 02, 2014

Manhãs

Gosto de manhãs assim. Calmas. Onde tudo flui sem stress, sem correrias, sem birras. Hoje todos acordámos sem despertador, um de cada vez. Quando já estava despachada acordou a Luisinha, quando esta esta vestida, acordou o Manel. Tomámos o pequeno-almoço juntos, rimos e ainda brincámos. Saímos sem ser a correr e conduzi até ao colégio sem pressas. Deixei-os, ainda conversei com a Educadora e cheguei ao trabalho na hora certa.

Mas nem todos os dias são assim, esta é a excepção que confirma a regra.

Ah e estamos os três sozinhos. Eu e os putos.
Há aqui alguma coisa que em esteja a escapar?  :)

outubro 01, 2014

3 Dias

Bastaram 3 dias no colégio para aprender a roubar a chucha ao amiguinhos e a gatinhar para a frente, decidida.
Já gatinhava para trás e andava de rabo para a frente, ontem surpreendeu-me com o gatinhar, tal gatinha. Estou tão orgulhosa da minha princesinha.

video