outubro 28, 2014

O lado menos bom de ser mãe

Hoje não houve história, nem mimos de boa noite.
Hoje houve uma quase birra porque não gostou do jantar. Só de o ver disse que não queria, não provou nem um bocadinho, o prato foi empurrado para o lado e o beiço caiu. Bom ou não, entendi que devia ter provado, que só assim poderia dizer que não gostava.
Foi para a cama sem comer. Estou aqui de coração partido, mas não pode comer apenas pão e leite.
Porque ainda quem decide aqui em casa sou eu, hoje foi assim.
O lado menos bom de ser mãe é isto. Certa ou não foi o que fiz. Se estou satisfeita? não. Se me apetecia ir dar-lhe uma caneca de leite? sim. Mas não, vai dormir assim e amanhã de manhã comerá melhor.

6 comentários:

Sophie disse...

Às vezes, tem mesmo que ser assim. Faz parte de ser mãe. É como dizes: amanhã, comerá melhor! E aprenderá que sem provar não pode saber se gosta ou não.

Um abraço cheio de solidariedade maternal! :)

Sara sem Sobrenome disse...

Mas ser mãe também é isso. Nunca, em tempo algum, permito que as minhas filhas digam que a comida não presta. Fico logo em ponto de rebuçado. E se não comerem o que está no prato é porque não têm fome. E se não têm fome... ainda bem. :)

A Pimenta* disse...

Desde já admiro a tua postura. Eu também penso assim. Se não têm fome para uma coisa, não têm para a outra. Claro que isto na prática é bem diferente e um dia, quando a Pimentinha for mais velha, vou sofrer na pele o que estás a sentir. Mas uma pessoa tem de ter mão firme em certas questões.

disse...

Se, o M normalmente come bem e aceita o que lhe pões no prato , se...Pode ser que ontem não "estivesse virado" para provar um prato novo. Nós adultos também temos dias assim, em que não apetece ;)

p.s.- conseguiste voltar ao cabeçalho antigo! Boa!!!

Bj

Naná disse...

Irra, são todos do mesmo calibre... nem sequer provam para poderem dizer com conhecimento de causa "não gosto".

Eu faço a mesma coisa!

E bolas, custa para caramba!

Mas eles têm que perceber...

Miú Segunda disse...

É difícil, mas é para o bem deles!
Beijinhos