novembro 04, 2011

Paciência, dá para comprar? Onde?

O meu filho sempre foi, até há umas duas semanas atrás, um menino muito bem comportado.
Nunca o nosso pequeno principe tinha feito uma birra num restaurante ou se portado mal à mesa(no dia 1 na Trindade comemos à pressa porque ele não parou de puxar a toalha, revirar-se na cabeira e gritar olá a plenos pulmões às outra pessoas nas mesas). Agora está impossível de aturar, e sempre à hora do jantar (só por ter rimado deveria danhar um saquinho de apciência).
Chegamos a casa e ele anda bem disposto a brincar, para trás e para a frente. Mas depois do banho transforma-se. O pequeno princípe encarna a personagem de Dennis o Pimentinha e é um não querer sair da banheira, atira tudo o que é bonecada e bolas para fora e chapinha até ficar quase sem água. Ponho-lhe o creme e ele chora, visto-lhe e dá gritos e quase não lhe consigo calçar as pantufas.
Já pensei em não lhe dar banho, não seja o efeito da água, ou será dos detergente que uso?






Depois de lhe vestir o pijama e afins e logo que vai para o chão, parece um macaquinho.



Acho que a água lhe dá energia e são saltos, brinquedos espalhados, legos a fazer plim plim a toda a hora e cambalhotas no sofá...
Mas o pior, o pior mesmo é quando o sentamos na cadeira para comer.

Levanta-se, tira ou tenta babete (agora comprei daqueles tipo camisa de forças que apertam atrás e têm mangas, ai como fica furioso por não o conseguir tirar) , sobe para cima do tabuleiro da cadeira e cospe a sopa.


Não lhe dar jantar também é uma solução, poupo tempo e dinheiro.






Ontem não quis a sopa. Fechava a boca e dizia que não com a cabeça.



Come sempre a sopa por volta das 19.30h e só depois o 2º prato connosco à mesa, fui mais teimosa que ele. Não quis a sopa, não levou mais nada. Quando nos sentámos todos à mesa, chorou, berrou que queria pão, queijo e a nossa sopa (leia-se dos nossos pratos porque era igaulinha à dele) não levou nada.



Depois deixou-se vencer e comeu a sopa dele toda, porque viu que não tinha sorte. Ainda comeu peixe+legumes e melão.



Depois do jantar acabar para ele, quis sair da cadeira. Foi para o quarto brincar e por lá ficou.


Voltou a vestir o papel de principe e de vez em quando vinha à sala espreitar e pedir mais um bocadinho de pão ou água.



Por vezes dá-me vontade de rir com a cara de trafulha que faz.

Juntámo-nos a ele e rebolámos no chão, atirámos bolas uns aos outros, fizemos cócegas e rimos muito. Acabámos de esgotar as nossas energias.




Tem um ar malandro e adora esconder-se tipo gato com rabo de fora. Adoro o sorriso traquina que faz quando fingimos que o encontramos.



Depois chega a hora de acalmar, as luzes começam a apagar e o ritual de sempre.



Colinho, biberão com ele, "já tá" e caminha. Depois dorme que nem um anjo, toda a santa noite até o acordarmos de manhã.






Mas a minha paciência para o aturar até ao pós-jantar? ontem estava desesperada, contei até 100, fiz cara séria e disse mil vezes "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te", v"queres sopa? então senta-te", "queres sopa? então senta-te",
nota: todas as imagens DAQUI

É impressão minha ou hoje está realmente muito frio?

imagem: http://3.bp.blogspot.com/_GMFWGJid8UQ/ScMOL1aCc5I/AAAAAAAAEoQ/-Tfrqyu4L8o/s400/a_chuva_e_a_porta.jpg