junho 01, 2011

Dia da Criança

imagem: do Google

Sei que é utopia mas gostava que todas as crianças tivessem a sorte de ter uma infância feliz.
Sei que isto não aconteçe com todos os meninos e ainda hoje ouvi que, uma em cada cinco crianças adoptada é devolvida. Devolvida? Como podem roubar a vida de uma criança desta maneira? Que egoísmo é este dos já adultos que mais parece que compraram um binquedo, brincaram e quando se fartaram dele, ou não trazia livros de instruções, os vão devolver à loja?

Já pararam para pensar o que sentem estas crianças? Estas e as que são maltratadas pelo próprios pais, as que não têm carinho, as que são abandonadas mesmo na sua família, as que são abusadas sexualmente, as que são raptadas? Já pararam para pensar que essas crianças pederam o direito que têm e que provavelmente nunca sorrirão?

Esqueçamos por momentos as nossas.: as nossas crianças que têm a maior sorte do mundo por serem amados e felizes.
Esqueçamos por momentos as nossas: as nossas crianças que choram porque não têm o último modelo da PSP.
Esqueçamos por momentos as nossas: as nossas crianças que têm tanto amor e carinho que se fossem rebuçados, lhes fazia uma tremenda dor de barriga.

E centremo-nos nas outras crianças: as desprotegidas. As abandonadas. As maltratadas de qualquer maneira, nem que seja por falta de um beijo, de uma palavra ou de um banho.

Feliz Dia da Criança àqueles que o podem ser.

10 comentários:

Naná disse...

É verdade Tanita... o que mais me dói é saber que há crianças que não têm o mesmo amor e carinho que as nossas crianças... e ainda me faz mais confusão, haver mães que rejeitam os filhos... como é que há mães que são incapazes de amarem algo tão bonito como um filho??
E nem falo dos que são maltratados e abusados e desprezados e que passam fome... ok, pronto, já estou de coração mirradinho...

Niki disse...

Tanita, infelizmente tens razão, tantas que não conseguem ser felizes, tantas que nem sabem o que é isso de ser feliz, brincar, não ter preocupações.... acho que não conseguindo fazer mais nada temos pelo menos a "obrigação" de fazer de tudo para que as nossas crianças pelo menos o sejam e de lhes mostrar que há outras que não têm essa sorte. Beijinhos

Niki disse...

Tanita, infelizmente tens razão, tantas que não conseguem ser felizes, tantas que nem sabem o que é isso de ser feliz, brincar, não ter preocupações.... acho que não conseguindo fazer mais nada temos pelo menos a "obrigação" de fazer de tudo para que as nossas crianças pelo menos o sejam e de lhes mostrar que há outras que não têm essa sorte. Beijinhos

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Infelizmente é assim :'(

S* disse...

Uma infância equilibrasda é fundamental para que se tornem adultos dignos.

Art And Life disse...

Devolvidas?! Bolas há gente que nunca cresce. Olha vê a biografia da Oprah Winfrey, teve uma infância muito má, mas cresceu uma grande mulher. Infelizmente não acontece a todos. Mas se continuar a haver estas pessoas que são a excepção vale sempre a pena sonhar por uma vida melhor. Beijinhos

Fi ♥ disse...

Devolvidas? Ridículo, uns com tanta amor para dar e outros a tratar as crianças como uma peça de roupa, fico revoltada com estas coisas...

AVOGI disse...

bem dizes tu: utopia
ki s.=)

cuca disse...

E agora passou na TV aquela notícia de uma mulher que tinha uma creche ilegal no seu apartamento e tomava conta de 16 crianças. Pelo que ouvi (eu recusei-me a ver as imagens), esta mulher tratava muito mal todas as crianças e isso incluía um bebé de seis meses. Eu pergunto: e os pais destas crianças, como se sentirão? Que horror! Eu nem quero pensar...

Tanita disse...

Minhas queridas,
realmento o que se passa com uma imensidão de crianças é brutal.
Cada vez que dá uma notícia ou documentário sobre crianças maltratada custa-me sempre vê-lo e fico sempre nervosa, mas parece-me a mim que esta realidade é bem comum, infelizmente.
Bj** a todas.