novembro 08, 2011

Eu

Porque eu sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que as pessoas me enxergam.

Carlos Drummond de Andrade

12 comentários:

LEANA disse...

Sem duvida minha querida.

Um bom dia para ti :)

Paula disse...

Muito verdadeiro. Agora fizeste-me lembrar a peça do Bruno Nogueira!

Mammy disse...

Nem mais!
Beijinhos

Nokas disse...

E é isso que conta :)

Porque um dia me perdi... disse...

Grandes e surpreendentes....So tu constois os teus limites...

Beijos mil

Tanita disse...

Leana, Paula, Mammy e Nokas,
Se a frase fosse minha, ainda acrescentaria: "pois não sou do tamanho que querem que eu seja"
Bj**

Tanita disse...

Porque um dia me perdi,
pena quando nos querem fazer os muros, à altura que bem entendem...

Porque um dia me perdi... disse...

Que construam...nós somos persistentes. Deitamos abaixo tal e qual muro de Berlin

Just a Lady disse...

É bem verdade. A resposta ao teu comentário está no post.
Beijinhos*

Tanita disse...

Porque um dia me perdi,
pior é ter de gastar todo o tempo a destruir o que constroem continuamente à nossa volta, depois falta tempo e energia para o resto. Bj**

Tanita disse...

Just a lady,
já vi obrigada.

Andreia disse...

E porque tu, és TU! Especial!
Beijinho