dezembro 14, 2011

17 meses de ti

fotografia: arquivo pessoal - 12-Dezembro-2011 - "Mamã já chega de fotografias"

Sou teimosa e tenho a mania que mando. Não gosto quando as coisas não correm à minha maneira e às vezes até faço birras de criança. Sou torta quando quero e não gosto aliás detesto que me pisem os calos. Detesto bacalhau, só o cheiro me dá vómitos. Gosto de ser organizada e isso às vezes é levado ao extremo. Tenho a mania das limpezas e acho que a minha nossa casa está sempre suja. Se puder aspiro-a todos os dias. E também lavo a casa-de-banho. Sou de ideias fixas e não gosto nada que me as alterem. Sei ser insuportável. A vida levou-me a criar um muro à minha volta. Digo que nada me atinge e choro às escondidas. Às vezes de raiva, de medo ou insegurança. Pareço um xerife mas no fundo tenho coração de manteiga. Há imensas coisas por resolver na minha vida, mas eu tento convencer-me que não. Gosto de acordar cedo para aproveitar o dia. Detesto desperdiçar horas a mais na cama., e às vezes bem falta me fazem. Faço listas para tudo. Risco, rabisco e muitas vezes guardo-as tão bem que nem sei onde as meti. Aprendi a não fazer planos a longo prazo, gosto de viver o presente e pensar no dia seguinte. Já fui mais sonhadora. A realidade às vezes assusta-me, mas eu digo que não. Tenho medo de um dia me tornar uma péssima mãe como é a minha, luto sempre para não cometer os mesmos erros que ela. Detesto quando me dizem que somos parecidas em algum aspecto. Sinto saudades, muitas, do meu pai. Gostava de mudar tanta coisa e sinto-me impotente. Por vezes faltam-me as forças como neste momento, mas aprendi a levantar-me. Sozinha, sem ajudas. Não consigo andar com as unhas por arranjar. Detesto o Facebook e irritam-me as pessoas que colocam fotografias minhas ou da minha familia lá, sem a minha autorização. Sinto falta de falar mais, pois é o meu maior dom. Sinto falta de desafios maiores profissionalmente. Sinto falta de estar mais perto de quem amo. Quero acreditar que ainda vou conseguir. Acho que estou mais bonita desde que fui mãe. Preciso de ler mais e recomecei as leituras. Bebo litros de chá por dia para aquecer.  Gosto de ir às compras sozinha. Não gosto de bebidas doces/licorosas. Gosto de aguardente. Não gosto de café mas adoro o seu cheiro. Detesto passar a ferro. Sinto-me sozinha, tanta e tantas vezes e no fundo sei que não estou só porque te tenho. Quero aprender a ser melhor. E isto tudo meu filho, porque quero ser a mãe que te preencha a alma, o coração. Quero que me ames e nunca guardes rancores de mim. Quero ser uma das pessoas que mais ames na vida. E por tudo isto Manel, eu aprendo e esforço-me  todos os dias para ser melhor. Desde que te tive fiquei mais branda, mais calma, mais tolerante e mais paciente com tantos defeitos imaginem como era.

Amo-te meu amor, mas isso já sabes à 17+9  meses

24 comentários:

AD disse...

Lindo!!!!!Deixaste com a lágrima no canto do olho. bjs

Sara sem Sobrenome disse...

Oh, que bonito. O Manel não vai ter grandes razões de queixa. Mas, caraças, não gostar de bacalhau é quase imperdoável.:)

Mammy disse...

Lindo!!!
Os filhos têm esse poder maravilhoso de nos tornarem melhores...
Tanita, as dúvidas que tens de ser ou não uma boa mãe, já fazem de ti uma óptima mãe!
Para mim, ser mãe é isso... duvidar sempre e tentar melhorar a cada dia, a cada momento...
Beijinhos

Ni! disse...

E eu gostei de te conhecer melhor! Parabéns Manel!

Tanita disse...

AD,
beijos amiga.

Tanita disse...

Sara sem Sobrenome,
Espero mesmo que não! eu sei que não gostar de bacalhau é no minimo...pouco português. Bj**

Tanita disse...

Mammy,
Visto desta tua perspectiva, parece-me muito bem. Bj**

Ni,
Conhecer alguns dos meus muito defeitos :) Bj** e obrigada.

estrela disse...

Tanita os meus parabéns por este teu desabafo lindo!
acho que somos tão parecidas!!! deves ser gémeos...
tb eu me sinto tantas vezes sozinha há segredos que só eu os guardo e o peso já começa a doer...trabalho sozinha não converso com ninguém durante 1 dia inteiro e à noite o marido não é das pessoas mais compreensivas...portanto parece que somos algumas a passar por um mau momento nesta altura...será do tempo, será da altura do ano, será que chegou o momento de rebentarmos?

Tanita disse...

estrela,
obrigada. Não sou gémeos, sou escorpião e quero acreditar que é uma fase, que é da época e que o novo ano nos vai trazer prosperidade, alegrias e felicidade. Afinal se não acreditarmos... bj**

Anita disse...

tanita, muitos parabens ao manel e a ti, claro.
es uma mae fantastica, acredito que quando temos essas duvidas todas, esses medos todos e porque nos estamos a esforçar e a fazer o nosso melhor, somos as melhores maes, pois lutamos por melhorar todos os dias.
espero que essa fase menos boa passe, que o novo ano nos traga coisas boas, ja chega de nuvens pretas por cima de nós.
escorpião, ai que feitio, a minha pimpolha tb o é ;)
beijinhos e um sorriso

Tanita disse...

Anita,
obrigada pelas tuas palavras, espero que leias este meu comentário, pois não consigo comentar no teu blogue e não sei porquê. Nem em outros. Mas estou sempre por lá. Bj**

Isabel disse...

Beijos enormes...

S* disse...

Mas que lindo de ler... uma pessoa pode ter 1001 problemas mas um amor assim resolve tudo.

mjoaob disse...

As nossas crianças ajudam-nos tanto a crescer. Aproveita bem. Bjito fofo

Andreia disse...

Já estou a chorar...
Lindo! Como tu és, LINDA!
Beijinho mt grd para ti e para o teu pequenino. Muitos Parabéns

AVOGI disse...

Este MANEL faz as delicias da mae TANITA e dos amigos da mãe TANITA
kis .=)

Niki disse...

Em muitas destas tuas frases (quase todas!) podia estar eu! Adorei este teu texto, dá para te conhecer melhor e gostar ainda mais de ti!

Beijinho para ti e para o Manel!

Tanita disse...

Isabel,
Bj** para ti e para o teu António.

S*,
pode não resolver tudo mas minimiza e muito. Bj**

mjoaob,
e a tornarmo-nos pessoas melhores. Bj**

Andreia,
mas tenho uma parte obscura, que não revelo a ninguém! estou a brincar. Bj**

AVOGI,
ui se faz! Bj**

Niki,
mesmo com estes defeitos todos? obrigada. Bj**

Rita G. disse...

Parabéns:) Ser mãe nem sempre é fácil, mas não há experiência que nos tranforme como essa. É um amor inigualável!:) bj!

Gata disse...

Revejo-me nessas palavras...
Também não sou fã de bacalhau, mas umas pataniscas até marcham ;)
Um grande abraço!

HORIZONTE disse...

Lindo este texto,onde fala coração de mãe.
Bjitos
Ana

HORIZONTE disse...

Lindo este texto,onde fala coração de mãe.
Bjitos
Ana

mfc disse...

Uma confidência muito bonita em que te abriste totalmente para quem te lê.
Toma muitos beijinhos.
És uma mulher porreira.

susiedesonho disse...

Encantador e que emocionada que fiquei!

Bj,

Susie de Sonho.