janeiro 13, 2012

A vida é mesmo uma merda. Ou seremos nós que não a sabemos aproveitar?

Ontem tive uma notícia arrasadora. A conversa ao telefone começou com: "Sabes o B.? pois...ele suícidou-se hoje".
O chão abriu-se aos meus pés. Fiquei tonta e parece que saí um pouco do meu corpo. A minha amiga do outro lado do telefone, muito transtornada também, ficou aflita "Ah não devía ter-te dito assim".
Mas como se dá uma notícia destas? tem de ser assim.

Merda. Mas que raio foi ele fazer à vida dele? mas porquê? dois filhos pequenos?
Motivos? ele teria certamente os dele. Coragem? cobardia? olhem nem sei, ainda não digeri bem a situação, mas coragem sem dúvida!

O B. foi meu colega de faculdade. Trabalhamos na mesma empresa, embora quando entrei ele foi para outra similar, mesmo de frente à minha. No Tagus Parque. Via-o com regularidade, tínhamos imensos colegas a trabalhar juntos, às vezes almoçavamos todos... oh céus. Nem consigo escrever nada com sentido, isto fará algum sentido? Mas porquê? porquê?

27 comentários:

Ni! disse...

Tenho pensado muito nisso, sabes? Não em suicidar-me. Mas na quantidade de pessoas que estão a ver o circo fechar, que assumiram compromissos que deixam de poder honrar, que entram em depressão e que, não vendo soluções, irão optar por essa. Digo muitas vezes ao meu marido, sobretudo quando vamos às compras: "como é que é possível sobreviver para aquelas pessoas que só contam com o ordenado mínimo ou nem isso?? Ainda vamos ouvir falar de muitos suicídios :("
Até pode não ter sido o caso, nunca sabemos o que vai na alma de quem faz uma coisa destas (desespero, de certeza). Beijinho no coração, Tanita...

Ni! disse...

*circulo

Anita disse...

ontem tb tive uma noticia dessas, um amigo e colega da minha irma suicidou-se, com dois filhos, uma casamento feliz (aparentemente), ninguem percebe a razao.
fiquei em choque.
acho que deve ser um grande desespero.
beijinhos para ti

Tanita disse...

Anita devemos estar a falar da mesma pessoa de certeza. Que desespero! Bj**

Dear Daisy disse...

Infelizmente isso cá pela zona tem sido comum. Suicídios, doenças, acidentes...tudo pessoal da minha/nossa idade.
Faz-nos tremer e pensar, pensar...
Meu Deus...
:(
Beijinho my dear

mllissa disse...

Também acompanhei um caso assim. Uma familia "perfeita", o casamento perfeito, os filhos perfeitos, a vida perfeita e de repente o pai de familia decidiu-se por esse desfecho. Sou amiga da mulher, já lá vão quase 3 anos, e ainda hoje parece mentira. Foi virar a vida daquelas pessoas de pernas para o ar. É muito triste, mesmo...depois outra familiar seguiu-lhe os passos...uma tristeza...

Benedita disse...

Tanita meu amor, sabes que infelizmente tenha experiência com suicídios, e uma coisa que te posso garantir, é que nunca teremos a resposta certa. Resta-nos respeitar e guardar a sua memória com carinho.
Beijinhos grandes

Claudia disse...

Acho que não uma resposta, só quem o faz deve saber o porquê. Nós ficaremos para sempre na incerteza. Se havia algo em que não reparamos, se podiamos ter ajudado de outra forma... Sei lá. No dia em que me disseram que tinha um tumor e 3 meses de vida fui até à beira-rio e pensei nisso. Tinha 25 anos, uma relação desgastada e pouca esperança de ser feliz. Com uma familia cheia de problemas eu ia ser mais um... Mas decidi ficar e ver o que acontecia. Não disse a ninguem e fui veivendo um dia de cada vez. Foram anos de angustia e algum desespero. Eu escolhi pela vida, mas há quem faça outras escolhas. É aceitar, respeitar e continuar... Beijinho doce

Niki disse...

Ao que o desespero das pessoas chega, nem quero imaginar como alguém se deva sentir para chegar a este ponto!

Beijinho para ti

Nokas disse...

Acho que nunca há respostas para estas questões!!

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Resposta realmente acho que não existem mas que hoje em dia começa a ser compreensível isso começa, infelizmente.

Grande beijinho para ti minha querida :)*

Naná disse...

Não quero imaginar o drama que a esposa e os filhos estão a passar...
Nunca se poderá saber o que passou naquela mente antes de decidir uma coisa dessas...

Vera disse...

Eu costumo dizer que às vezes tenho medo do futuro. Não só pelo meu, mas pelos outros. Nesta altura (ainda) é tudo tão cor-de-rosa... Tenho medo de ver pessoas que gosto a morrer, muito mesmo.

Nem quero pensar nisso...

(Mudando de assunto, vi que não consegues entrar no meu blogue. Estás a usar o Chrome ou outro browser?)

Bella disse...

Lamento. Infelizmente a morte nunca faz sentido.
Bjs

Vera disse...

(Aparentemente ele não estava a gostar da minha referência ao blog da Rititi! Acho que agora já deve dar! )

Beijinho*

Sofia disse...

Infelizmente, os tempos não têm sido bons para ninguém. Não que esteja a incentivar o suicídio, mas por vezes não se vê outras saídas. Mesmo assim é preciso muita coragem.

Tenha pena por ele e por ti, que eras amiga dele. Quando se morre assim, custa bastante compreender e aceitar.

Um beijinho com muita força.

Corina de Oliveira disse...

Não vale a pena estar a congeminar o porquê dele o ter feito pois só ele sabe... Pensa que tens que aproveitar cada dia.

estrela disse...

acho que só mesmo ele poderia dar-te essa resposta Tanita, é triste mas é uma realidade que muitas vezes está mesmo ao nosso lado...há momentos dificeis na vida e nem todos temos a força para os aguentar da mesma forma...
sinto muito pela perda do teu amigo!
bjs

Andreia disse...

Oh minha querida, é mesmo uma grandessissima merda esta vida... Nem sei o que te diga mas concordo contigo. É preciso muita coragem para acabar com a vida.
Mts beijinhos

Anita disse...

Tanita, o funeral dele foi na 4ºF, trabalhava na camara do seixal. É o mesmo?
bj

Just a Lady disse...

Nem sei que te dizer. A situação é horrível. Nem quero imaginar como estará a família dele.
Um beijinho e muita força*

mfc disse...

Tenho muito respeito por quem atinge o limite do sofrimento...!
Um abraço.

Art And Life disse...

Lamento muito. Tenho pena da família, infelizmente conheço demasiados casos desses e quem sofre são os que cá ficam, é uma ferida que nunca sara.

AvoGI disse...

são razões que a própria razão desconhece
só a pessoas é que poderia dizer a razao e infelizmente nao poderá fazer
kis .=(

Mammy disse...

Beijinhos

Choque disse...

Nunca se sabe o que vai na cabeça das pessoas. Por fora podem demonstrar estar alegres, felizes, de bem com a vida, mas o interior é o que nos move e só nós sabemos o que cá vai dentro e por vezes é tão complicado gerir os acontecimentos.
Só espero que onde quer que ele esteja agora, que esteja em paz consigo mesmo.
Muita força à família e amigos.

Choque disse...

Nunca se sabe o que vai na cabeça das pessoas. Por fora podem demonstrar estar alegres, felizes, de bem com a vida, mas o interior é o que nos move e só nós sabemos o que cá vai dentro e por vezes é tão complicado gerir os acontecimentos.
Só espero que onde quer que ele esteja agora, que esteja em paz consigo mesmo.
Muita força à família e amigos.