março 02, 2012

Bom dia Alegria!

fonte: Público

E como ontem falámos de livros e da minha paixão pelos mesmos venho aqui prestar uma singela homenagem à livraria Portugal, que ontem fechou portas.

Uma livraria com história, aberta desde 1940 vê assim os seus dias chegarem ao fim.
Confesso que fiquei emocionada com a reportagem que deu no jornal da noite e disse para o meu marido: a culpa é de todos nós. A partir de agora não se compram mais livros numa coisa chamada Fnac.

O pequeno comércio, está assim a sofrer as consequências do desenvolvimento e das chamadas grandes superfícies.

Para lerem mais sobre o assunto passem aqui


Boa Sexta-feira!

9 comentários:

Uma boa parte de mim disse...

Bom dia, minha linda.
Compreendo as tuas palavras e claro está que sinto em parte a mesma indignação, mas não creio que a FNAC seja culpada... a verdade é que estes espaços também nem sempre souberam recriar a sua forma de atuação e desafiar o público a mantê-los vivos.
O cliente de hoje pede espaços mais vivos e requer uma constante atenção ás suas necessidades. Para sobreviver, o comércio tradicional terá de ser, no seu todo, mais criativo e proativo.
Beijinho e bom fim de semana para os três

Tanita disse...

Querida M.,
eu sei que a culpa não é só das Fanc's, que o comércio tradicional não acompanha as necessidades e que nas Fnac's compram-se coisas fantásticas e que muitas vezes há descontos simpáticos, mas se todos comprássemos um pouco menos e ajudássemos mais o pequeno comércio, eles também poderiam sobreviver talvez uns dias mais.
Sei também que continuarei a ir à Fnac, pois adoro mas, se puder comprar um livro noutra livraria vou fazê-lo. Bj**

abspinola disse...

Bom dia Tanita...
Conheço essa Livraria onde tantas vezes etrei a procura de livros escolares.
Bjstos
nICE DAY

Só sedas disse...

Bom dia querida,

Eu também vi ontem a noticia e tive pena. Passei lá milhentas vezes e nunca entrei porque simplesmente nunca nada me chamou a atenção. Até comentei com a minha irmã que é verdade que as grandes superficies levam sempre a melhor mas as pequenas também não lutaram por se manter actualizadas. Eu olhava para aquela livraria e nunca reparei no nome, não sabia que tinha tanta história e parecia-me tudo tão velho e sujo qu enão tinha vontade de lá entrar. Se gosto da fnac? Não, do aspecto gigantesco e cheio de gente não mas, pelo menos tem um aspecto limpo coisa que os comercios tradicionais não têm. Deixaram-se ao abandono e só de nome e história, não se vive. Contudo, tenho muita pena que acabem sim.

Beijinho

Tânia disse...

Ora cá vai:
1 lata de leite condensado
1 pacote de natas
1 copo de sumo de maracujá ou limão.
Bates tudo com a batedeira ou então no liquidificador (ainda não fiz a receita mas acho melhor montar as natas primeiro, juntar o limão e aos poucos o leite condensado, isto porque o limão ajuda as natas a ficarem mais firmes).
Depois divides em porções iguais juntas corante me gel a gosto. na receita viam-se saco de pasteleiro descartaveis cheios de preparados coloridos e dps é encher as tacinhas! Recheita mistério, pois faz parte de um projecto ;) guarda para ti só :) bjinho e coloca foto dps de a fazeres

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que pena... :(

Mamã Petra disse...

Eu vi no Você na Tv, o Manuel Luis Goucha trabalhou lá á 39 anos e fez uma pequena homenagem, e visita á livraria. Fico triste de ver fechar os simbolos da nossa Lisboa.

Beijinhos

cuca disse...

Também fiquei desapontada com o desfecho dessa livraria

mfc disse...

Mais um sítio de revisitação que desaparece!!