agosto 19, 2012

A saborear cada palavra


[fotografias: arquivo pessoal - Livro de Poemas- Federico García Lorca - "La sombra de mí alma"]

5 comentários:

Só sedas disse...

:)

Eu ando grudado neste (Alexandre O'neill):

Perfilados de medo


Perfilados de medo, agradecemos
o medo que nos salva da loucura.
Decisão e coragem valem menos
E a vida sem viver é mais segura.


Aventureiros já sem aventura,
perfilados de medo combatemos
irónicos fantasmas à procura
do que não fomos, do que não seremos.


Perfilados de medo, sem mais voz,
o coração nos dentes oprimido,
os loucos, os fantasmas somos nós.


Rebanho pelo medo perseguido,
já vivemos tão juntos e tão sós
que da vida perdemos o sentido

Flor Guerreira disse...

Eu adoro o ADEUS do Eugénio de Andrade!

Palco do tempo disse...

:)

Paula disse...

Nunca li nenhum livro dele, mas adorei o poema!

Naná disse...

Há muito que não me encanto com poesia...