fevereiro 27, 2013

Bom dia Alegria!

[ap- Fevereiro 2013]

Agora todos os dias são dias de birras, choro e mau comportamento.
Se há dias em que me apetece rifá-lo? há.
O meu filho sempre se portou bem mas de há um mês para cá tem picos de humor. Ora está muito bem mas se é contrariado, salta-lhe o diabo do corpo.

Eu que sou pessoa pouco tolerante a meninos mal comportados (tenho 8 sobrinhos que sempre se portaram bem comigo) fico sem saber por momentos como lidar com isto.

Ainda no outro dia fez uma valente birra, com direito a atirar-se para o chão e tudo, em pleno Santini. Se tivesse um buraco teríamos ido os dois!
Não comeu gelado, levou uma palmada no rabo e venham daí lá daí olhares incriminadores e gente que sabe educar bem os filhos dos outros dizer-me alguma coisa, e foi para casa a berrar o tempo todo. Dei-lhe banho e ficou de castigo na cama. Gritou até se cansar. Ignorei-o e disse-lhe calmamente que só falava quando se acalmasse. Deixou-se dormir a soluçar.

Não consegui jantar dos nervos que apanhei e no dia seguinte parecia que me tinha passado um camião por cima.

Se lhe valeu de alguma coisa? sim, andou a portar-se normalmente durante 3 dias.
No fim-de-semana esticou a corda e sempre que o contrariamos ora dá gritos, ora bate com a cabeça no chão, ora belisca-se... não acho normal e na próxima consulta com o pediatra temos de ver isto.

Dizem que são os terrible two... se são os não eu não sei, mas que ando exausta com tanta birra, lá isso ando.

Hoje de manhã não queria as botas e sim os ténis, ontem não queria a pasta de dentes de morango, mas sim a de banana... se cedo? não, acho que ainda é muito cedo para ele decidir o que quer vestir ou calçar.

23 comentários:

As Duas na Letra disse...

as crianças passam todas por essa fase :)

Eu era do pior!

Paulinha

Helena disse...

É só uma fase Tanita, vais ver... Uma fase difícil eu sei, mas vais ver que passa. Mantém-te firme :) Um beijinho

Anónimo disse...

Tenho uma menina que está também nessa fase. E sendo mãe de uma já com 8 anos e tia de 8 sobrinhos, digo que é normal, mas o segredo está na cedência ou não. Temos de ser muito firmes e eu também fico desgastada e cansada e por vezes também a palmadinha no rabo é o remedio que encontro para controlar a ira. Às vezes até parece possuida ( cruz credo!).
Força e muita paciencia (que por vezes eu não tenho).

BJS

UM ABRAÇO

SANDRA/FUNCHAL

Rita G. disse...

então a Matilde está nos terrible four:)Não imaginas como anda, às vezes estou esgotada...acha que manda, faz birras de tudo e de nada. Nâo cedemos ao que ela quer, mas depois acabamos o dia cansados de tanto ralhar...bj!

Isabel disse...

Acho que deve ser normal...porque aquilo que descreves parece o que se passa com o António.

Alice disse...

pelos vistos, o meu irmão tem que começar a achar que as birras do filho são normais e comuns.

O meu irmão não deixa o meu sobrinho pisar em ramo verde, tal como tu.
Ele bem que conversa com ele, explica-lhe que o que ele faz está errado, mas o miúdo diz que compreende e depois lá faz mais não são quantas birras que eles nem sabem o que fazer. Mas sabem que não podem ceder.

Estou convencida que não passa de uma fase re rebeldia precoce. desejo que, por aí, tudo se resolva.


Bjs

Pepper disse...

A Mariana todos os dias faz "filme" para ir para a escola. Paciência e firmeza são as palavras de ordem.

Adoro-te Mamy... disse...

Que chatice, chegam à altura de nos testar, e não têm limite, cá por casa também acontecem assim uns episódios de vez em quando, por muito que custe temos de ter calma, e o catigo ou a palmada na hora certa nunca fizeram mal a ninguém,agora o pior é o estado do nosso coração e da nossa alma...triste desolado!
Um beijinho linda amanha será um novo dia!

Paula Nogueira Guerra disse...

Eles de pequeninos testam os nossos limites... uns mais que outros mas eles precisam de saber onde é que cedemos e como.
Força amiga pois sei que não é fácil... mas acredita, antes agora do que mais tarde, pois sabem (conscientemente) como nos magoar!

Um beijo cheio de força xxx

carla disse...

Bom dia, Tanita!

É uma fase díficil, chata e comprida. Levam o dia inteiro a testar-nos... a única receita é muita paciência e firmeza. E manter a esperança que um dia passa...

Um beijo grande e muita força e paciência ;)

Isa P. disse...

Ando a passar o mesmo com o meu. Tenho a certeza que é a fase dos 2 anos que é terrível.
Haja muita paciência....
Beijinhos

Mariposa Colorida disse...

Não te preocupes, são todos iguais. Os castigos fazem bem! A minha I. desde que deu o murro na Educadora e ficou não sei quantos dias de castigo e já lá vão mais de dois meses, que se porta que nem um anjo!

Arco Iris disse...

Tsnita muita calma.
Eu tenho 3 netos e o de 4 anos, faz perder a paciência a um Santo.
Castigos, palmadas no rabo (pelos pais claro) pouca diferença lhe faz.
A pediatra diz que é normal,a fase das birras vai dos 3 aos 6 anos e nos rapazes é mais difícil.
No entanto é o neto mais engraçado que tenho, é extrovertido, sedutor.
Beijinhos

eu disse...

ai amiga, tem calma, mas deve ser normal. Haja paciência! Olha que a Maria F já se passa quando lhe digo 'não' ou se a contrario..chora e fica furiosa, mas depois passa-lhe! Imagino com os dois ou três anos...mas o mimi sempre se portou tão bem!!! Por isso é que estranhas, amiga :-)

Vee disse...

Todos temos fases aos longo da vida. A minha filha ainda é controlável mas eu lembro-me de algumas das minhas fases (ih ih ih).

Mona Lisa disse...

Com toda a certeza é apenas uma fase.

Concordo contigo em não cederes, mas fala ao médico.

Tem paciência...tudo vai ao normal.

A minha sobrinha está a passar o mesmo com a filha de quase 3 anos.

Beijinhos.

A Minha Essência disse...

Vamos pensar que é uma fase. Quando tiveres no teu limite, vai à rua e dá uns quantos berros e verás que voltas para ao pé dele mais descomprimida. ;)

Mammy disse...

É normal, mas muito desgastante.
O meu filho também era terrível nessa idade.
Estão a testar os nossos limites e é muito importante que os definamos bem, pois é por eles que as crianças se vão guiar.
Coragem e muuuuuuita paciência!
Beijinhos

o meu coração em palavras... disse...

Ui... como sei o que isso é!!! Não é nada fácil, muito desgastante, eu tb não sou nada tolerante a birrinhas e o segredo é mesmo não ceder, com calma desviando o assunto... a minha Princesa sempre foi muito bem comportadinha nos ultimos meses parecia outra menina que não a minha, não se podia contrariar plo minimo que fosse que era logo motivo de choro, gritos... mas felizmente já está a voltar ao seu estado normal :) É apenas uma fase!!!

Beijos e Kilos de paciência :)

Marta disse...

Tanita, faz parte. A minha já tem 11 e já lá vai muito tempo desde que passei por isso, mas recordo-me que nunca lhe dei largas para poder sequer pensar em fazer birras públicas. Mais ou menos com a idade do teu, a minha começou a levantar cabelo. Um dia fez uma birra num restaurante. Fiquei tão enervada que só me apetecia bater-lhe. Levou-me ao limite. Peguei-lhe por um braço e levei-a à casa de banho. Peguei nela e sentei-a no lavatório e depois descarreguei uma série de palavras discursadas num tom furioso (eu acho que até espumava pela boca). Eu só sei que berrei tanto que ela não disse um piu.
Depois desse dia, sempre que ela se esticava eu dizia: Queres ir à "casa-de-banho?" E ela respondia prontamente: "Não mamã!" Caso resolvido. Durante uns anos este era o truque.
Hoje, com 11 tenho de recorrer a outros truques claro...esse obviamente deixou de resultar há uns anos.

Olha, acho que vou postar isto ;)

Beijocas e tem calma, é só uma fase, só tens de perceber qual é o teu talismã para o controlares.

Beijos

Mamã Petra disse...

São mesmo os terrible two, e muitas vezes ainda vão até aos 3 e aos 4 e mesmo impondo regras e castigos, o meu Gabriel ainda hoje em dia para ai de 3 em 3 meses faz uma birra de me matar, e sim temos de ser firmes, e sim a palmadinha não mata ninguém, lá vem a protecção de menores, mas se com o Artur e a Margarida nunca lhes dei uma sequer, ele já levou 3 ou 4 e doeram-me mais a mim do que a ele de certeza, mas ele estica a corda até me ver completamente fora de mim.

Beijinhos querida e dias melhores virão.

Beu, a Ruiva. disse...

Olha amori sabes o que te digo? Que tem uma personalidade muito vincada, ai lá que tem, tem :)!
Beijos

Belle du Jour disse...

É o feitio. Temos de os respeitar mas não permitir que façam tudo! Beijinhos Tanita