março 11, 2014

Com o Sol tudo parece tão simples

Aos 51 dias da minha filha, recordo as suas primeiras semanas e não gosto da pessoa que fui. Atrofiada, desorganizada, stressada, molenga...tudo o que não gosto nos outros.
Felizmente as lágrimas lavam a alma e os dias de desespero parecem ridículos,  vistos deste ponto de vista e com o sol a entrar pela minha janela. Fim. Forcei-me a entrar num novo ciclo.

No primeiro dia de sol da semana passada saímos as duas, fomos sozinhas passear e apanhar ar. Vim para casa mais bem disposta e  com melhor feitio. O marido agradeceu. Ainda não estou curada, mas estou no bom caminho.
E assim temos feito todos os dias,  as duas,  vamos passear e ver o mar, fazer a fotossíntese como gosto de dizer.

As coisas não se tornaram mais fáceis ou simples, contínuo a ter montanhas de roupa para lavar, passar e  a casa por arrumar, todos os dias.  Não deixei de ser exagerada nas tarefas,  mas garanto que estou moderada.
A logística de dois é complicada,  muito  complicada no início,  ou menos para mim foi, as hormonas também não ajudaram e a falta de sol também não.  Mas agora entrámos na rotina e tudo parece estar a entrar nos eixos.

Com isto não quero dizer que mudei de ideias, numa próxima encarnação quero ser rica, para poder ter empregada a tempo inteiro, todos os dias e poder sintonizar o chip apenas em quem interessa:nos meus filhos.

10 comentários:

Ana Santos disse...

Minha querida Tanita como te compreendo, não é facil os primeiros tempos e logo com dois a nosso cargo torna tudo mais dificil, mas com muito insistencia nossa conseguimos manter o ritmo de tudo, somos mulheres e muito fortes.
Apesar de ser um papel dificil é muito compensador e emocionante.

Beijoquinhas nossas

Arco Iris disse...

Tanita , a minha filha mais nova passou pelo mesmo.
Quando a Maria nasceu , tinha o Rodrigo 2 anos, e ainda por cima ela estava a tirar o mestrado.
Foram tempos díficeis de gerir ( e continuam) mas depois há o outro lado , a ternura de os ter e de os ver crescer.
Força....e que o SOL ajude na sua força positiva.
Beijinhos para todos

Carla Isabel disse...

Minha querida podes continuar a querer ser rica, não faz mal, mas foca-te em ti, em seres feleis em agradecer as pequenas coisa...o sol, a vida, os teus filhos...
Nem sempre é fácil no inicio com a chegada a casa do bebé, mas acredita qeue se supera, aproveita o sol e passeia muito.

Beijinho doce

Rita G. disse...

com o tempo tudo entra na normalidade:) bj para vocês! mas isso de ser rica e ter empregada tb quero:)

disse...

Deixa para amanhã o que não conseguires fazer hoje. É o lema!
(Na teoria tudo é sempre mais fácil...mas acredita, pois é apenas uma fase. Aproveita-a da melhor maneira possível!)
Um grande beijinho repenicado ;)

Naná disse...

Ai ai ai ai... deixa lá as limpezas e arrumações em paz, que Roma e Pavia não se fizeram num dia!

Eu sei... é difícil combater a totozice...

Mil beijos minha querida

Isabel disse...

É isso mesmo!

Claudia disse...

Bolas, escreveste tudo o que sinto aos quase 80 dias da minha. Eu ainda choro muito e desespero e tenho os dois em casa. Fui também aproveitar o primeiro dia de sol e levei os dois. O mais velho apanhou uma enorme constipaççao e eu voltei achorar. Muito

Paula Nogueira Guerra disse...

Tudo se arranja minha linda e há tempo para tudo... em tudo a ver com prioridades... não lavas hoje lavas amanhã... sem stress meu doce ♥¸.•*¨✿

Mona Lisa disse...

Não deixes que a casa te torne escrava dela!

Nunca fui, nem serei escrava da casa. Detesto ver uma casa desarrumada, mas faço tudo aos poucos.

Dá prioridade aos teus filhos!

Beijinhos.