março 05, 2015

Os dias não chegam para tudo o quero fazer. As horas passam a voar e quando dou por mim são mais que horas para ir dormir, porque amanhã já é outro dia.
Tinha posto na minha agenda que esta semana começava o ginásio. De manhã antes do trabalho ou à noite depois de tratar deles. Nem tenho dado as minhas corridas, que tão bem me fazem.
A semana está a acabar e eu continuo a tentar arranjar tempo para fazer o que quero.

Para quem é mãe, como eu. Para quem trabalha e está fora de casa 9h, como eu. Para quem não tem empregada em casa, como eu já tive e sei o quanto é útil uma ajuda extra. Para quem gosta de comer e reunir a família à mesa na hora de jantar, como eu. Sabe que as horas não esticam e que é difícil conciliar tudo.

Juro que não estou a gastar tempo como limpezas, ok? ando controladíssima e a portar-me muito bem. Vá, um jeito ou outro, o normal para manter as coisas apresentáveis, mas sem o exagero habitual. 
Ando mais simples na escolha das refeições. Os banhos são mais rápidos para que possamos brincar mais tempo. As histórias ao deitar, os mimos, continuam todos lá e isso não abro mão. 
Como também não dispenso as duas páginas que leio antes de me deitar, ou as duas linhas antes que os olhos fechem tal é o peso do cansaço.

Mas agora digam-me como conseguem vocês ter tempo para sentar no sofá, a horas decentes, ir ao ginásio, esticar o cabelo sempre que o lavam e dormir horas suficientes para que no outro dia, não parecerem que foram atropeladas por um camião?

É que eu, ou ando muito desorientada, ou o meu relógio perdeu uma horas pelo caminho.

7 comentários:

Claudia disse...

Olha, queixo-me do mesmo. Se houver solução partilha comigo :(

Timtim Tim disse...

Olha, eu não tenho. E mais, eu tenho uma ajuda de uma senhora que cá vem.

Isa Sá disse...

A vida é o correria!

Isabel Sá
https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

sandra disse...

Tanita, como eu te compreendo, também já tive mas já não tenho senhora cá em casa, esticar o cabelo ? Não sei o que é nem pintar as unhas nem tempo para ir pintar o cabelo, tomo banho sempre a correr, a hora do jantar é sagrada temos de estar todos a mesa mas chego a casa por volta das 19h os deveres do meus filho e muitas outras tarefas é uma autentica correria até jantar depois a correria prolonga-se até me deitar, tempo no sofá que saudades que eu tenho, consegui ir ao ginásio mas na hora de almoço é o único tempo que tenho e mesmo assim um momento que haveria de ser para descontrair é outra correria pois tenho de ir trabalhar, não me quero queixar porque a vida é generosa comigo mas nos ao sermos, mães, profissionais, donas de casa ,esposas, companheiras esquecemo-nos de sermos mulheres que é exatamente o que somos antes de sermos isto tudo, vivo numa vida de prioridades onde eu sou a última mas ando a tentar mudar algumas coisas começar devagarinho, temos que estabelecer metas porque se não um dia não damos mais de nos simplesmente porque não regamos o nosso ser para estar ser para regar sempre o que vai a volta depois ficamos sem forças temos de ser um bocadinho egoístas e pensar em nos ,se não for assim acredita ninguém faz nada para aliviar a nossa carga,bjinhos

raquel disse...

Como te compreendo!!... Tb sou mulher, mãe, profissional e também tenho dificuldades em gerir todos os papeis... pouco tempo sobra para mim. Só tenho um filho mas estou grávida do 2.º e a gravidez não tem sido nada fácil.... mtos enjoos, vómitos e mau estar à noite (já c quase 6 meses) e o marido chega por volta das 22h... ainda complica ainda mais... todos os dias sinto como que a "empurrar" a vida, sem tempo para nada...qdo vier o 2.º filho... bem... nem sei que dizer, mas sei que mais fácil não vai ser!... Tirando os vómitos e enjoos que vão sair... bem... sou mais uma solidária ctg. Beijinhos

Naná disse...

Pois, a eterna questão, para a qual não há A resposta!

Cláudia, Vila do Conde disse...

Eu estou a fazer a colecção da "Anita" para a minha Ritinha! Olha os livros da Anita são mais baratos no Outlet de Vila do Conde (são a 5 eur)...Bj