dezembro 26, 2010

Mensagem (atrasada) de Natal

Espero que tenham tido um excelente Natal, pelo menos rodeado das pessoas que vos amam e que o Pai Natal tenha trazido um monte de coisas boas.A mim trouxe-me o melhor presente (antecipado) do mundo em Julho e por isso este foi, sem dúvida, o meu melhor Natal de sempre. Tenho a certeza que, a partir daqui todos serão especiais.
O Pai Natal também trouxe muita comidinha boa e doces fantásticos, os quais ainda não parei de enfardar, e com isto também me vai trazer de certeza, uns quilos a mais. Ah pois é, uns quilos que pretendo deitá-los abaixo já a partir de Janeiro, e sim este é um dos desejos para o próximo ano, já ando farta de que estes malvados façam parte dos momentos mais importantes da minha vida.
Mas voltando ao assunto do Natal. Este foi um Natal com aquilo que eu nunca percebi o que era: Paz. Paz de espírito, paz emociaonal, paz interior e exterior.
Foi também um Natal onde pessoas (nada) importante para mim, não se lembraram do meu filhote mas, o melhor dos Natais de sempre.
Resta-me desejar continuação de boas festas (pelo corpo todo), e muito amor nos vossos corações.

4 comentários:

Sofia disse...

O mesmo para ti, linda.
E este Natal deve ter sido mesmo especial...com o teu menino Jesus:)

Uma boa parte de mim disse...

Tanita,
Fico feliz por saber que o teu menino te reconciliou de certa forma com outro :)
Faço votos que este Natal de paz e harmonia se prolongue para sempre nas vossas vidas.
Beijinho,
M.

Rita G. disse...

Ainda bem que te sentiste leve, em paz:) O meu Natal tb foi muito bom, calmo, com as pessoas de qum gosto:) bj!

Anónimo disse...

Querida amiga, nem consigo imaginar a dor que sentes por pessoas tão importantes na tua vida não te terem dito nada. Não é com certeza por falta de amor, mas por darem importância a coisas que não interessam nada. Espero do coração, e permite-me o meu atrevimento, que em 2011 reconcilies o teu coração com essas pessoas e que voltem a ser uma família ainda mais feliz, enorme e amiga. A vida é demasiado curta, amiga.
Beijinho da tia Tata