julho 13, 2011

13 Julho 2010

fotografia:arquivo pessoal-não é do final de tempo, mas a minha preferida.


10:00h. Acordo com uma dor de rins muito bemenorme. Vou à casa-de-banho, nada.


Não me sinto com estas dores mas insisto em ficar em casa sozinha. Afinal o João estava por perto e o Dr. tinha dito no dia anterior que só na próxima segunda é que ele ia nascer.

Às 12:00h não aguento as dores e ligo ao João. As contrações são certinhas com intervalos de 5m. Tomo banho, visto-me e agarro-me às paredes com dores. O João chega e pergunta-me se pode ir tomar banho. Se o meu olhar matasse teria caído redondo no chão. No caminho as curvas da serra matam-me. No hospital entro logo para ser vista por uma enfermeira que me dá as folhas de termo de responsabilidade da epidural. Ainda gostava saber se alguém as conseguiu ler. 2 dedos dilatação. Tomo um banho enquanto espero que preparem a sala de partos e a anestesista dá-me a epidural. Sinto-me tranquila. Com o João sempre ao pé de mim, a epidural faz efeito e até durmo um pouco, deu para descansar e não reconhecer o meu médico que veio à civil ver como estava. Só queria que o meu filho nascesse no dia 13. A enfermeira garantiu-me que sim. Águas rebentadas, dilatação em bom caminho e o bebé sobe em vez de descer. Obstetra na sala e ordena passar a cesariana. Dia de caos. 9 salas de partos todas ocupadas. Eu calma e tranquila, mamã e bebé com ritmos estáveis e ficamos para último. Horas a passar e dia 13 a chegar ao fim. Afinal não há necessidade de cesariana. Papá expulso da sala. Vamos para ventosas. Conversa entre mamã e bebé: "Aqui filhote não entra nada só tu é que sais, sê bonzinho para a mamã". Corra srªenfermeira chame o pai porque o bebé está a sair. Não foi preciso nada. 00:25h. Papá assiste a tudo. Não corta cordão umbilical porque bebé tem-no em volta do pescoço. Tudo bem com bebé. Mamã em optimo estado. Dois pontinhos para descargo de consciência. Papá branco. Senta-se e bebe leite com chocolate obrigado pelas enfermeiras, enquanto filhote mama como se não houvesse amanha. Misto de sensações. Estado de apoplexia e sentimentos novos, divinos. Já é dia 14 e passa a ser também o nosso dia perfeito e preferido. 14 de Julho de 2010 o dia do meu filhote.

24 comentários:

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Arrepias-te pelinhos que eu nem sabia que tinha :)

Naná disse...

Olha, eu adoro o dia 14! Nasci no dia 14 e o meu marido também, mas em meses diferentes!
E eu tive mesmo que fazer cesariana porque o F. tinha o cordão ao pescoço e eu ainda não tinha dilatação suficiente e como não sabiam quanto tempo ia demorar a fazê-la toda... o meu obstetra nem pestanejou!

Tanita disse...

Tânia,
estou hoje constantemente a lembrar-me de cada minuto como se o estivesse de novo a viver.
Bj**

Tanita disse...

Naná,
Ele só ficou com o cordão assim mesmo quando estava a sair, porque antes estava bem mas cá em cima.
Bj**

Pepper disse...

É sempre um momento muito marcante.

A Minha Essência disse...

Já passou... porém, recordar é (re)viver! :)

AD disse...

Que belas recordações...nunca mais me vou esquecer da felicidade que estava estampada nos vossos rostos e do Manel tão pequenito. Acho que nunca tinha visto uma mulher tão fresca e fofa depois dum parto! bjs para os 3

Tanita disse...

Peper,
marcante para a vida.
Bj**

Tanita disse...

A minha essência,
enquanto recordamos é sinal de que estamos vivos :) e isso é o mais importante.
Bj**

Tanita disse...

AD,
e eu não me esqueço da vossa visita. As minhas amigas, as de sempre, comigo no dia mais importante da minha vida.
Bj**

Ni! disse...

Bonito relato :)
É já amanhã!!!!

Tanita disse...

Ni,
é verdade, já amanhã. Sempre me disseram que passava muito rápido mas, nunca pensei que fosse assim tãoooooooooo rápido :)
Bj**

Rita G. disse...

Há muita coisa que se perde na nossa memória, mas momentos desses lembramos para sempre e com todos os pormenores. bj!:)

Desejo Evidente disse...

Mas que bonito... deve ser único. :)

S* disse...

Ah... um dia que nunca se esquece, certamente.

Petra disse...

Que bonito Tanita!!! amanhã é o grande dia! que continuem cheios de felicidade os 3!

Art And Life disse...

Agora que já não há dores deves achar piada. LOLOL

Alice disse...

O dia do parto do nosso bebé é um dia inesquecível :)

Sofia disse...

Que texto lindo!
Parabéns!!!

Ivânia Santos (Diamond) disse...

bELO POST!!!
O nascimento, ser mãe... é a melhor sensação que se tem na vida!

Parabéns :)*

Fi ♥ disse...

Que lindo, parabéns*

Partilhas !!! disse...

Muitos Parabénas ao Manel, e à mamã!

SJ

Sara disse...

AMEI o texto! E agora tenho uma razão para adorar o dia 14 de Julho, dia do nosso Manel :')
Muitos e muitos parabéns, ao Manel, à mamã e ao papá, claro..
O parto é realmente um momento inesquecivel, por mais doloroso que seja. É lindo :')

Beijo

cuca disse...

E pronto! Quase que chorei a ler o post pois lembrei-me de tudo o que passei com o David naquela noite de 16 para 17 de Maio. Que saudades... E o dia 14 de Julho é de facto uma data muito importante: nasceu o vosso filho, dia da Revolução Francesa e também o dia do meu avô paterno!! Muitos parabéns aos três :D

P.S. Nunca uma mulher prestes a ter um filho consegue ler aquele Termo de Responsabilidade da Epidural. Enfim...