abril 18, 2012

Bom dia Alegria!

[imagem]

Voz Interior(A João de Deus) 

Embebido n'um sonho doloroso, 
Que atravessam fantásticos clarões, 
Tropeçando n'um povo de visões, 
Se agita meu pensar tumultuoso... 

Com um bramir de mar tempestuoso 
Que até aos céus arroja os seus cachões, 
Através d'uma luz de exalações, 
Rodeia-me o Universo monstruoso... 

Um ai sem termo, um trágico gemido 
Ecoa sem cessar ao meu ouvido, 
Com horrível, monótono vaivém... 

Só no meu coração, que sondo e meço, 
Não sei que voz, que eu mesmo desconheço, 
Em segredo protesta e afirma o Bem! 

Antero de Quental, in "Sonetos"
Boa Quarta-feira!

5 comentários:

Naná disse...

;)

Vera, a Loira disse...

Fantástico. Adoro.

Bom dia, alegria.

Cláudia Leal, Vila do Conde disse...

Bonita homenagem! Bjo

Mamã Petra disse...

Não conhecia o poema, que vergonha, vou ali pintar-me de preto e já volto. Mas gostei tanto, tanto, que já fui procurar mais para ler.


Beijinhos

mfc disse...

Um poeta sonhador que ousou defender o socialismo antes de tempo.