dezembro 11, 2012

Conselho à Vida.

Quem dera eu nunca ter deixado de acreditar no Pai Natal, nos contos de fadas que acabam sempre bem, no coelhinho da Páscoa que põe ovos, nas cegonhas que trazem os bebés.
Crescemos? é isso? e onde fica a nossa inocência? A Vida faz-nos pessoas mais conscientes com a idade? faz-nos pensar duas vezes antes de agir? ter um pé atrás sempre que nos dá algo mais do que esperamos? desconfiar de quem nos aborda sem pedir nada em troca?
Oh Vida, fazer de nós pessoas conscientes é matar o artista. Nunca te esqueças disso.

9 comentários:

Eu disse...

Tão verdade...

Ovelha Flor Guerreira disse...

Por isso devemos manter sempre em nós uma parte que nunca cresce!

sandra disse...

Haviamos de manter sempre um lado de criança :)

Ana Santos disse...

Tal e qual como me sinto, por isso tento ao maximo transmitir ao Piolho essa inocência apesar do Piolho já ter afirmado em casa que o Pai Natal já não existe

Bjs

Paula Nogueira Guerra disse...

Mas nunca deixes de ser criança e acreditar na beleza de algo que (não) existe, pois existe no teu coração SEMPRE!
Basta acreditares!
I BELIEVE IN FAIRIES :D

Um beijo risonho lindinha xxxx

Naná disse...

Dá sempre o benefício da dúvida!

carla disse...

É sempre bom conservar um pouco de inocência... e os nossos filhos ensinam-nos isso muito bem.

Um beijo

Adoro-te Mamy... disse...

A vida vai-nos dando orintações por vezes tão sisudas, que é dificil mantermos viva a fantasia da nossa meninice!
Um beijinho grande

Li Menina Mulher disse...

Adorei o texto e pronto eu sou uma menina mulher, felizmente ainda tenho aquela essência de criança, de sonho...de por vezes inconsciente.
=) Bjinho